As veias abertas

Se se tratasse de fatos, creia que a ninguém melhor podia confiá-los do que a você; mas por que motivo irei perturbar-lhe o espírito com a narração de meus sentimentos, se eu própria não chego a entender-me?
(Helena, Machado de Assis)

Este blog existe desde 2011 como válvula de escape e "safe place" de um ser humano que atende pelos nomes de Helena e de Carol. Ele contém contos, poemas, opiniões e basicamente o que der na telha da autora.