dia

dia 23

18:33


não é que
não era
amor
é que
simplesmente
era demais
simplesmente
não podia
não ser

na poesia
não cabia
que adjetivos teria?
era demais
pra simplesmente
ser
mas queria
tanto ser
que no fim
era só
querer

bem me quer
mal me quer
mal me é
era demais
era tudo
ao redor de mim
eu que te criei
assim

se deixar de ser
um dia
porque menos
não seria
em despedida
não sou chegada
mas pra terminar
rimada
posso até virar

partida

poesia

títul

21:32

já estou ficando aflito
por causa desse problema
um amor assim tão bonito
vai ter que acabar em poema

tá percebendo daí?
você tá virando arte!
mas não te animes em excesso
rimas tortas, poema modesto
pode ser que eu te descarte
que eu te deixe na gaveta
que eu te jogue na sarjeta
e se você sair daqui
será que alguém vai te encontrar?
[alguém vai te completar?]

se você dormir comigo
[vai sentir o tremelique]
e corre ainda mais perigo
pode ser que eu te publique

então gasto algumas horas
te deixando do meu jeito
e pro povo lá de fora
ai de quem botar defeito!

depois de muito tentar
quando já estou esgotado
chego inclusive a pensar
que nem devia ter começado
mas tinha que ser assim
eu tinha que te escrever
você tá perdido sem mim
e eu só me perco em você

com essa perdição de amor
e com nervosismo de paixão
eu já estou acostumado
mas sofro do mal de escritor
o que incomoda mesmo é a aflição
por um poema inacabad