feminismo

Sobre Bolsonaro

22:40

Minhas reflexões sobre a treta que me fez virar lésbica, parar de tirar a cutícula e dizer que Deus não existe.


SOBRE A TRETA EM SI

Uma Maria do Rosário chamou o deputado Jair Bolsonaro de estuprador e ele disse que 'não a estupraria porque ela não merece'. Mas não foi com um tom de alguém que entende que nenhuma mulher merece ser estuprada. Rachel Sheherazade tentou convencer seus seguidores disso, mas não. Ele disse depois que ela não merece porque é feia, não o agrada. Ou seja, o bicho mexeu na bosta e ela ficou mais fedida. Ele não estava só dizendo que existem mulheres que merecem ser estupradas, o que já é um absurdo por si só. Ele estava colocando o estupro como algo bom! Um prêmio a ser conquistado, merecido, quase como um elogio. Dá pra entender o absurdo nisso!? 

SOBRE A MINHA REAÇÃO

Ok, eu exagerei lá em cima. Eu ainda tiro a cutícula. Mas essa foi a segunda ocasião nesse ano em que um político me fez chorar. O primeiro foi Levy com seu discurso de 'nós temos que enfrentar essa minoria imagine eu que sou um pai de família um avô'.
Mas bom, Levy era candidato enquanto Jair é deputado eleito, e foi o mais votado. Chorei ao pensar que o meu país elegeu um cara tão escroto para o cargo. Mesmo sabendo que ele é racista e homofóbico, o povo votou nele e ele vai pro sétimo mandato.
Mas né, dei a minha opinião sobre o caso, mas não é a mesma opinião de todo mundo.

Teve gente que veio dizer:

- Ah mas ela defendeu o estuprador no caso lá de sei lá o que.
Isso não justifica uma ameaça de estupro pra ela. Isso não justifica uma ameaça de estupro pra ninguém. Não importa se ele concorda com ela ou não. Não importa se ela é uma boa política ou não. NADA justifica essa ameaça de estupro.

- Ah mas o Bolsonaro não é estuprador, ele defende castração química e isso é bom pra acabar com o estupro.
Então estupro é causado simplesmente por desejo sexual? O tesão é a causa dos estupros? Se fosse assim, tadinho do Ryan Gosling né minha gente? Mas não é. Os estupros acontecem porque somos criados em uma sociedade em que o corpo da mulher não pertence à mulher.
Não cheguei a ler o projeto de lei dele e não tenho opinião formada, mas sei que não adianta punir se a mentalidade não mudar.

- Ah mas cassar o mandato já é demais né?
E o que que você quer? O homem se recusou a pedir desculpas! Disse que não falou nada de errado! Porra meu, se ele pelo menos pensasse sobre isso. Se ele pelo menos tentasse desconstruir esse machismo dele. Mas não, continua com esse discurso podre.

- Então deviam cassar o mandato dela também! Ela o chamou de estuprador!
Sim, ela chamou. Não foi legal. Mas porém contudo todavia NÃO DÁ pra colocar as duas falas no mesmo patamar. Simplesmente porque nenhum homem sai de casa com medo de ser chamado de estuprador. Nenhum homem troca de roupa porque tem medo de ser chamado de estuprador. Nenhum homem pega doença, ganha filho ou morre porque foi chamado de estuprador. Nenhum homem pega táxi porque tem medo de ser chamado de estuprador no caminho de volta pra casa. Essas são situações que a MULHER passa em relação ao estupro. Ela chamou primeiro, não foi legal, mas a reação do cara foi MUITO pior.

- Mas ela que começou!
Caralho velho, isso não é uma briga de irmãos pra ficar com essa de 'começou'.

Tive a infelicidade de saber que o ex da minha irmã e o ex da minha melhor amiga defendem esse cara. MEDO foi a palavra que mais serviu para a ocasião. Eu não quero esse tipo de 'gente' perto de mim e perto das mulheres que eu amo.
Excluí uma galera do facebook para poder concentrar minhas energias num desabafo mais organizado e não sair batendo boca por aí. Excluí sim pode me chamar de radical bitch please

SOBRE O MEU FEMINISMO

Pensei em começar a história pelo avôs ali quando escrevi sobre o Levy.
Eu não conheci nenhum dos meus avôs. Mas conheci uma vó que ficou viúva e criou quatro filhos praticamente sozinha e ainda tenho uma vó que se separou nos anos 70 e que chorou ao planejar sua viagem pela Europa lembrando do quanto teve que batalhar para viver e alimentar as crianças. 
Tenho umas tias super fodas e uma mãe foda também. Meu pai que me perdoe, mas acho que isso contribuiu para eu pensar que mulheres são muito mais poderosas do que homens.
Sem saber, eu era feminista desde criancinha. Eu era uma daquelas crianças chatas, mal-educadas e intransigentes que mostrava a língua e o dedo pra quem mexia com a minha mãe na rua. Mais tarde, comecei a responder 'oi, feio' quando recebia um 'oi, linda'. Eu perguntava por que os homens faziam isso se não tinham nenhuma intenção de conversar com a mulher. Meu pai, bem fora do padrão, respondia que isso era coisa de homem, que homem era tudo tosco mesmo.
Eu me perguntava as coisas de menina pequena, tipo por que homem pode andar sem camisa e mulher não, por que mulher tem que fazer depilação e homem não, por que as tias lavam a louça e os tios não lavam e outras assim.
Eu não gostava de xingar as pessoas de filho da puta. Eu dizia que não fazia sentido xingar a mãe da pessoa, em vez da própria pessoa. Eu dizia que tinha que xingar os meninos de putos, ou de vagabundos, mas a moda não pegou.
Mas a melhor pergunta era: Se Deus é tão importante, por que não o chamamos de Deus mãe, ao invés de Deus pai?
Claramente eu já era femista misândrica e se fosse por mim, viveríamos num matriarcado reich da buceta haha brinks só que é verdade

OK tô de zuera. Contei toda essa historinha pra dizer que desde criança eu não vejo sentido em tantas diferenças de tratamento e tanta hierarquia do homem sobre a mulher. É claro que a coisa é muito mais complexa do que uma competição entre os clubes do Bolinha e da Luluzinha, mas faz parte do nosso desafio tentar compreender algumas coisas, refletir, se colocar no lugar do outro e desconstruir comportamentos que reforçam a opressão.
Não é vitimismo. Não é frescura. Não é histeria.

UMA história envolvendo estupro na família ou entre os amigos é suficiente para que uma mulher SAIA DE CASA COM MEDO TODOS OS DIAS. E muitas têm medo de agressão DENTRO DA PRÓPRIA CASA.
Isso acontece por causa do machismo. Os homens podem entender isso e alguns até viveriam melhor em uma sociedade livre desse mal, mas homens não sentem na pele esse medo que eu estou descrevendo.

Fiquei muito bolada com essa treta toda, como dá pra perceber. Eu tenho medo por mim e pelas mulheres da minha vida. A minha sorte é que eu tenho umas mulheres tão fodas e lindas ao meu redor, que fazem com que nenhuma lágrima tenha caído em vão. Comecei a ler mais sobre esses paranauê e me assumi feminista chata. Feminista eu já era, mas parei de fingir que eu sou legal, boazinha e quieta LET IT GO LET IT GO
Tem coisas que eu não aguento e que não sou obrigada. Estou acompanhando mais discussões e aprendendo o máximo que eu posso. Feminismo não é guerra dos sexos. Feminismo é luta contra o machismo. Feminismo é sobre empoderamento da mulher. Se me chamar de radical eu visto a carapuça. Tento manter a cabeça aberta mas vou teimar até a morte por uma coisa: o fim desse medo para as mulheres.

Ah,sugestões e críticas são bem vindas tá. Eu sou feminiciante.

feminismo

bendito o fruto do vosso ventre

20:00

tá complicado, Maria

eu preciso confessar
tá complicado faz tempo
não tem mais como negar
no dia do meu nascimento
meu destino já foi selado
eu era igual a Maria
a mulher que me deu à luz
então deram pra mim uma cruz
de machismo e patriarcado
você deixou, Maria?
você não me defendeu?
bem que tentei, minha filha
mas sozinha eu não consegui
você é vítima, assim como eu
e tantas outras que conheci
porque nos tornamos mulheres
nos dizem o que devemos fazer
o que podemos fazer
o que devemos sentir
como devemos nos comportar
o que devemos vestir
e o que devemos falar
e quando queremos luta
eles nos dizem inclusive
como devemos lutar!
porque nos tornamos mulheres
somos assassinadas
nossa liberdade é violada
nosso corpo é violado
nosso corpo é condicionado
a ridículos padrões inventados
somos caladas, estupradas
insultadas com falsas cantadas
depois nos chamam de loucas
histéricas, desequilibradas
sofremos todas juntas
Marias, Fernandas e Natálias
pecadoras ou imaculadas
somos nós as crucificadas!
formamos juntas uma família
que podemos chamar de sagrada
não viemos do mesmo ventre
mas somos irmãs de verdade
seguimos a luta por igualdade
contra as opressões, por liberdade
temos como uma arma 
essa tal sororidade

mim da um bj

00:03

perdoa eu e meu português coloquial, as gírias do internetês que eu gosto e minhas declarações de amor por snap zap zap e comentários no fb. perdoa que eu quero ser engraçadinha e que não tenho escorredor de macarrão. é que eu não sei se tô muito preparada pra virar adulta ser feliz e fazer exercício. era tão mais legal poder levantar o vestido e mostrar calcinha sem se preocupar. era tão mais fácil não saber que os adultos ficam julgando. eu já te amava bastante.
obrigada por me ajudar tanto a pensar, inclusive. desculpa por tudo que eu ainda não sei sobre marx fotografia francês cálculo música programação e feminismo. perdoa minha preguiça e fome de vírgulas acentos e letras maiúsculas. perdoa se não ficar como você queria. tô tentando te escrever já faz uma cara e nada parece bom suficiente. você é inescrevível.
se fosse possível te expressar com alguma arte, eu queria poder fazer uma exposição de você e colocar em um museu ou galeria pra que todo mundo pudesse ver os seus sorrisos olhares bocejos tremedeiras e o jeito que você prende o cabelo assim. se você deixar, é claro. daí acho que todo mundo se apaixonaria ou apaixonar-se-ia por você. e eu nem me importaria importar-me-ia iria me importar
não sei se tô preparada pra virar adulta e saber quando vai próclise ou mesóclise e escrever coisas sérias e saber as músicas da elis regina e dos los hermanos se na verdade eu ainda escuto sandy e jr. tranquilidade uma quimera queria sempre essa alegria.
não viver sonhando, quem me dera!
então vemk mim dá um beijo pode ser no sonho mesmo. fala que tá tudo bem me faz um cafuné me fala o que é uma quimera e só sai da minha cama antes do sol nascer se tiver alguma ideia boa pra texto ok
por sinal já to voltando